Translate

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Livros que valem a pena serem lidos #8

Boa tarde, prodígios! Digam-me como foi o Natal de vocês: muita comida, bebida e calor, certo?! Não dá pra acreditar o quanto está quente hoje... Não dá vontade de fazer nada, inclusive viver.

Enfim, depois de um tempo sem postar nessa coluna, trago-a de volta para falar de um livro muito interessante que li recentemente. Como vocês sabem, não tenho costume de escrever resenhas e para aqueles que seguem os "padrões" meus posts são mal feitos e nem merecem serem considerados resenhas... No entanto, me sinto na obrigação de falar desse livro de um escritor brasileiro simpático e que sempre aparece por aqui: o Flávio P. Oliveira.
AEcM12
O Flávio escreveu e publicou independentemente seu livro AEcM12 e eu tive a sorte de ganhar um sorteio de um volume do mesmo! Não demorou muito para chegar em casa e assim que pude li.

Não irei fazer uma resenha padronizada, mas destacarei alguns pontos interessantes :-)

Bom, o que dizer? (suspense)

O Flávio escreve maravilhosamente bem. De verdade. Seu estilo de escrita é completamente diferente do meu e a própria escolha de personagens, enredo, etc., também difere absurdamente do que estou acostuma a ler. No entanto....

Adorei! Para quem não sabe nada da história, aqui vai a sinopse:
"AEcM12 é uma história de amor que se passa no futuro, quando a maior empresa no ramo de seres artificiais domina a utilização de um componente e se torna capaz de confeccionar um androide perfeitamente similar a um ser humano, sem utilização de peças e elementos mecânicos. Serão muitos os homens a gastar pequena fortuna para a aquisição de uma cópia artificial de alguma mulher, alguns de esposas falecidas, a maioria de atrizes e modelos famosas. O principal personagem deste livro, um homem solitário, copiará a vizinha por quem é perdidamente apaixonado. Ele trabalha no ramo, é um compositor de elementos, e durante a vida construiu os próprios robôs, tratando cada criação com o carinho de um pai, edificando um estranho e artificial ambiente familiar. Agora ele apresentará uma mãe aos filhos-mecânicos, sua esposa artificial quase idêntica a vizinha já conhecida de todos e com isso alterará todo o seu futuro."
Devo destacar alguns pontos.

Positivos:
A leitura é rápida e de fácil compreensão. Apesar das palavras "difíceis" e tema futurista, a leitura é muito rápida e por possuir poucas páginas você lê em alguns dias ou mesmo horas.
A quantidade de referências é grande e isso sempre acaba animando a leitura.
O Flávio criou personagens bem desenvolvidos e que quebram padrões (como o próprio protagonista anti-herói).
Seu estilo é diferente e isso é ÓTIMO! A própria pontuação e criação de parágrafos é diversa  e não deixa a leitura cansativa.
Como se passa no futuro, é necessário que muita coisa seja explicada. E o Flávio consegue fazer isso de uma forma interessante e que não irrita ou entedia os leitores. Conseguimos entrar no mundo de AEcM12 com facilidade e crer piamente em tudo que é escrito.

Negativos:
Há explicações exageradas em notas de rodapé (na minha opinião). Acho importante deixar o leitor descobrir ou se sentir confuso em determinadas partes ao invés de ter tudo "mastigado". Sabemos que o "costume" é fazer referência a algum livro ou filme e deixar o leitor se aventurar e descobrir do que se trata sozinho. Todavia, não acho que ele devesse tirar por completo as notas de rodapé (quem sou eu pra falar?!), já que é uma característica da sua escrita. O que seria interessante seria diminuir a quantidade apenas.
Há poucas falas. Como o Flávio mesmo disse esse é um estilo próprio dele: não usar falas em demasia. Não que seja um ponto necessariamente negativo, mas eu gosto de interações entre personagens (talvez por isso eu não entenda Clarice Lispector até hoje...). Notar capítulos inteiros com poucas falas é algo incomum para mim.

Resumindo, o Flávio tem muito talento, MESMO. Pode parecer exagero, mas seus livros possuem o que falta para os jovens escritores brasileiros: criatividade e inovação. Isso porque há muitas histórias sobre fadas, vampiros e criaturas sobrenaturais... Há diversas formas de abordar um gênero literário, mas poucos se arriscam como o Flávio. Ele criou um mundo futurista e não foram necessárias mais de 140 páginas para descrevê-lo, explicá-lo e expor uma pequena confusão que todo bom livro precisa ter.

Acredito que se ele se dedicar cada vez mais poderá chegar aos pés de Machado de Assis e sua intrigante Capitu.... Porque sei que ele é capaz. Seu livro me lembrou os velhos livros de literatura que éramos obrigados a ler quando pequenos e, diga-se de passagem, odiávamos. O que diferencia AEcM12 desses livros clássicos é que amaremos cada página e cada linha lida.

Por isso ele entrou para a coluna de "Livros que valem a pena serem lidos". Leia e divirta-se junto. Saiba mais desse parceiro aqui do blog no site dele clicando AQUI.

E, é claro, não deixe de adquirir o livro e incentivar nossos escritores nacionais!

Abraços,
L. L. Alves

14 comentários:

  1. Aaah, obrigadooo Luene, fiquei emocionado agora. Muito feliz por você ter gostado assim!! Mas é assim tão diferente mesmo do que vc costuma ler? rs

    Beijos

    P.S.: Já havíamos conversado sobre as notas de rodapé, e deverei colocar as citações apenas após o fim da história, nos próximos livros... :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que você tenha gostado da resenha! ^_^
      Sim, é beeeem diferente! Apesar de falar de robôs, meu estilo de leitura é completamente diferente ainda...

      Aham, por isso não dei muito destaque na resenha, mas tive que falar :P

      Excluir
  2. Pensei na mesma coisa sobre os dialogos, também gosto de interações, e acho que a historia fica mais legal assim, mas se é estilo dele, quem somos nós pra falar? rs

    Com certeza é um livro que vale a pena ser lido!

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro, até ler sua postagem.Seguindo aqui!!!
    Se ainda não seguiu convido para comentar e seguir:
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok, já estou seguindo o seu, flor. Beijos

      Excluir
  4. AAh que linda! Estou louca para ler o livro! Realmente sua resenha nem falou do livro rsrsrsrs mass o Flavio deve ser um grande autor, já que como pessoa é gente boa.

    Beijos querida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, Irinia! É que não gosto de falar sobre o enredo :P hehe

      Beijos, flor!

      Excluir
  5. Bem vou ser sincera não me interessei pela obra lendo a sinopse não é muito meu gênero mas essa é a segunda resenha que leio positiva e estou ficando curiosa com o livro hehe

    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaah ser sincera é importante, Taty. Quem sabe um dia você não lê? :D

      Excluir
  6. Oi, Lu.
    Agora fiquei ainda mais curiosa.
    Já vou falar com o Flavio para ele colocar meu livro no correio amanhã mesmo haha
    Eu gosto de dialogos, mas também gosto da falta deles hahaha
    Agora o Flavio tem que publicar o tal livro "juvenil" fiquei curiosa hahaha
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha Pois é... Depende muito do texto né? Mas normalmente eu AMO diálogos ^^

      Eu também!! Logo logo ele termina de escrever :D

      Beijos

      Excluir
  7. Conheci o Flavio agora com nossa brincadeira de amigo secreto. Gostei da trama do livro e fiquei interessada em ler. A única coisa que me desanima um tiquinho é o fato dos poucos diálogos. Eu amo essa interação entre os personagens e até gosto quando a estória é explicada assim. Fica mais dinâmica.
    Mas, com certeza daria uma chance à AEcM12 antes de chegar às minhas conclusões finais! ^^

    Beijussss;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem legal mesmo, Helaina ^^
      Pois é... Também curto diálogos... Parágrafos e parágrafos de texto me deixam um pouco cansada. Com certeza, os diálogos deixam a narrativa bem mais dinâmica!

      Isso mesmo! Vale a pena ler ;)

      Beijos

      Excluir

Sua opinião é sempre bem-vinda!

Lembrando que:
1. todo comentário é moderado;
2. evite usar palavras de baixo calão, frases ofensivas ou preconceituosas, e principalmente conteúdo que não tenha relação com o blog e o mundo dos livros;
3. respondo todos os comentários.

Estou ansiosa para ouvir o que você tem a dizer!