Translate

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Namore uma garota que lê!

Boa tarde! Estava passeando por blogs e me deparei com um texto muito lindo escrito por Rosemary Urquico e que há um tempo eu já tinha visto na fanpage do Skoob no Facebook. Acho que alguns de vocês já devem conhecer, mesmo assim resolvi trazer a versão original, em inglês, para aqueles que sabem ler. E para aqueles que não sabem, fiquem com a minha tradução do texto!

Espero que gostem! Ah, e não esqueçam: as opiniões no blog podem divergir das suas, não é nada pessoal. Caso queira dizer qualquer coisa, fique à vontade. Identifique-se e exponha a sua ideia em relação a postagem =)


"Namore uma garota que gasta seu dinheiro em livros em vez de roupas. Ela tem problemas com o espaço no armário, mas é só porque tem livros demais. Namore uma garota que tem uma lista de livros que quer ler e que possui um cartão de biblioteca desde os doze anos de idade.
Encontre uma garota que lê. Você sabe que ela lê porque ela sempre vai ter um livro não lido na bolsa. Ela é aquela que olha amorosamente para as prateleiras da livraria, a única que surta (ainda que em silêncio) quando encontra o livro que quer. Você está vendo uma garota estranha cheirar as páginas de um livro antigo em um sebo? Essa é a leitora. Elas nunca resistem em cheirar as páginas, especialmente quando estão amareladas.
Ela é a garota que lê enquanto espera em um Café na rua. Se você espiar sua xícara, verá que a espuma do leite ainda flutua por sobre a bebida, porque ela está absorta. Perdida em um mundo criado pelo autor. Sente-se. Ela pode vê-lo de relance, porque a maior parte das garotas que lêem não gostam de ser interrompidas. Pergunte se ela está gostando do livro.
Compre outra xícara de café para ela.
Diga o que realmente pensa sobre o Murakami. Descubra se ela foi além do primeiro capítulo da Irmandade. Entenda que, se ela diz que compreendeu o Ulisses de James Joyce, é só para parecer inteligente. Pergunte se ela gosta ou gostaria de ser a Alice.
É fácil namorar uma garota que lê. Ofereça livros no aniversário dela, no Natal e em datas comemorativas. Ofereça o dom das palavras na poesia, na música. Ofereça Neruda, Pound, Sexton, Cummings. Deixe que ela saiba que você entende que as palavras são amor. Entenda que ela sabe a diferença entre os livros e a realidade, mas juro por Deus, ela vai tentar fazer com que a vida se pareça um pouco com o seu livro favorito. E se ela conseguir, não será por sua causa.
Ela tem que arriscar, de alguma forma.
Minta pra ela. Se ela compreender sintaxe, vai perceber a sua necessidade de mentir. Por trás das palavras existem outras coisas: motivação, valor, nuance, diálogo. E nunca será o fim do mundo.
Trate de desiludi-la. Porque uma garota que lê sabe que o fracasso leva sempre ao clímax. Essas garotas sabem que todas as coisas chegam ao fim. E que sempre se pode escrever uma continuação. E que você pode começar de novo e de novo, e continuar a ser o herói. E que na vida é preciso haver um vilão ou dois.
Por que ter medo de tudo o que você não é? As garotas que lêem sabem que as pessoas, tal como as personagens, evoluem. Exceto as da série Crepúsculo.
Se você encontrar uma garota que lê, a mantenha por perto. Quando encontrá-la acordada às duas da manhã, chorando e apertando um livro contra o peito, prepare uma xícara de chá e abrace-a. Você pode perdê-la por alguns horas, mas ela sempre vai voltar para você. Ela irá falar como se os personagens do livro fossem reais – até porque, durante algum tempo, são mesmo.
Você vai se declarar em um balão de ar quente. Ou durante um show de rock. Ou, casualmente, na próxima vez que ela estiver doente. Ou pelo Skype.
Você vai sorrir tanto que acabará por se perguntar por que é que o seu coração ainda não explodiu e espalhou sangue por todo o peito. Vocês escreverão a história das suas vidas, terão crianças com nomes estranhos e gostos ainda mais estranhos. Ela vai apresentar os seus filhos ao Gato e o Aslam, talvez no mesmo dia. Vocês irão atravessar juntos os invernos de suas velhices, e ela recitará Keats, num sussurro, enquanto você sacode a neve das botas.
Namore uma garota que lê porque você merece. Merece uma garota que pode te dar a vida mais colorida que você puder imaginar. Se você só puder oferecer-lhe monotonia, horas requentadas e propostas meia-boca, então estará melhor sozinho. Mas se quiser o mundo, e outros mundos além, namore uma garota que lê.
Ou, melhor ainda, namore uma garota que escreve."

Agora o original!


“Date a girl who reads. Date a girl who spends her money on books instead of clothes. She has problems with closet space because she has too many books. Date a girl who has a list of books she wants to read, who
has had a library card since she was twelve.
Find a girl who reads. You’ll know that she does because she will always have an unread book in her bag.She’s the one lovingly looking over the shelves in the bookstore, the one who quietly cries out when she finds the book she wants. You see the weird chick sniffing the pages of an old book in a second hand book shop? That’s the reader. They can never resist smelling the pages, especially when they are yellow.
She’s the girl reading while waiting in that coffee shop down the street. If you take a peek at her mug, the non-dairy creamer is floating on top because she’s kind of engrossed already. Lost in a world of the author’s making. Sit down. She might give you a glare, as most girls who read do not like to be interrupted. Ask her if she likes the book.
Buy her another cup of coffee.
Let her know what you really think of Murakami. See if she got through the first chapter of Fellowship. Understand that if she says she understood James Joyce’s Ulysses she’s just saying that to sound intelligent. Ask her if she loves Alice or she would like to be Alice.
It’s easy to date a girl who reads. Give her books for her birthday, for Christmas and for anniversaries. Give her the gift of words, in poetry, in song. Give her Neruda, Pound, Sexton, Cummings. Let her know that you understand that words are love. Understand that she knows the difference between books and reality but by god, she’s going to try to make her life a little like her favorite book. It will never be your fault if she does.
She has to give it a shot somehow.
Lie to her. If she understands syntax, she will understand your need to lie. Behind words are other things: motivation, value, nuance, dialogue. It will not be the end of the world.
Fail her. Because a girl who reads knows that failure always leads up to the climax. Because girls who understand that all things will come to end. That you can always write a sequel. That you can begin again and again and still be the hero. That life is meant to have a villain or two.
Why be frightened of everything that you are not? Girls who read understand that people, like characters, develop. Except in the Twilightseries.
If you find a girl who reads, keep her close. When you find her up at 2 AM clutching a book to her chest and weeping, make her a cup of tea and hold her. You may lose her for a couple of hours but she will always come back to you. She’ll talk as if the characters in the book are real, because for a while, they always are.
You will propose on a hot air balloon. Or during a rock concert. Or very casually next time she’s sick. Over Skype.
You will smile so hard you will wonder why your heart hasn’t burst and bled out all over your chest yet. You will write the story of your lives, have kids with strange names and even stranger tastes. She will introduce your children to the Cat in the Hat and Aslan, maybe in the same day. You will walk the winters of your old age together and she will recite Keats under her breath while you shake the snow off your boots.
Date a girl who reads because you deserve it. You deserve a girl who can give you the most colorful life imaginable. If you can only give her monotony, and stale hours and half-baked proposals, then you’re better off alone. If you want the world and the worlds beyond it, date a girl who reads.
Or better yet, date a girl who writes.”



Bom, o que acham? Eu, particularmente, amei! E vocês?

Abraços,
L. L. Alves

16 comentários:

  1. ADOREI, tão fofo.
    É verdade isso, saiu cheirando páginas de livro na rua e todos olham como se eu fosse louca. Mas ninguém sabe o qual é bom fazer isso.
    Adorei seu blog e estou seguindo, fique a vontade para conhecer o meu.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é?! Também adoro! E gritar quando encontro o livro que procuro? SEMPRE *-*

      Obrigada! Vou conhecer sim, pode deixar! Beijos :D

      Excluir
  2. Olha eu aqui de novo, Luene :)

    Já tinha lido esse texto pelo face mesmo. A parte que eu mais gosto é a que fala que gostamos de ganhar livros de presentes! Ow, coisa boa! rs

    Convido-lhe a visitar o Lar da Escriturária. Deixe seu comentário com sua opinião e se gostar do conteúdo siga à vontade. Eu mesma só sigo os blogs que gosto muito e quando isso acontece virou uma 'comentadora' fiel!
    http://larescrituraria.blogspot.com.

    Paz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Fico feliz de te ver aqui de novo!!!
      Também acho! É o que eu digo para todos: é simples, eu quero livros! hehe

      Claro, pode deixar! É que "organizar" meu tempo está sendo difícil. Mas passo por lá sim! Beijos

      Excluir
  3. Eu já li esse texto umas duzentas vezes e não me canso. Tem também namore um cara que lê, também ficou legal. Também cheiro livros, é inevitavel, e fico olhando para as prateleiras da biblioteca como se tivesse um vidro de ouro em cima delas. Esse texto é lindo, uma pena que os garotos que conheço mal sabem ler, quanto mais gostar de alguém que lê :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não me canso de ler! Eu já vi esse, mas ainda tenho que procurar certinho e então postar aqui mais tarde :D

      Livrarias são o paraíso na terra pra mim!

      Pois é! Não entendo porquê! O incentivo para eles deve ser diferente, certo? Normalmente eles vão para "o lado" dos videogames, o que não é uma coisa ruim, apenas diferente.
      Meu namorado até lê bastante, mas não tanto quanto eu :P

      beijos!

      Excluir
  4. Lindo texto! Nao vejo problema algum em namorar uma garota que lê, pelo contrário! O papo é mais agradável, a troca de experiências é mais intensa, sem falar que os livros são uma paixão que deve ser compartilhada!.
    Abraços, parabens pelo blog.
    Jayme
    www.livrosnapipoca.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É legal ouvir a opinião de um garoto! Fico feliz em saber que você pensa assim. Realmente... Há tanto assunto a discutir com uma garota que lê, né?

      Muito obrigada! Beijos :-)

      Excluir
  5. Oiii amei o texto!!! Realmente, também tenho isso de cheirar livros assim que eles chegam em casa, kkk Também ando com o livro que estou lendo dentro da bolsa, kkk

    Ler é a minha vida!

    Beijos Tífany
    http://osamantesdaleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha Eu também. SEMPRE com um livro na bolsa ;D

      Obrigada pelo comentário, Tify! :)

      Excluir
  6. Elogios a parte, isso é uma filosofia! Pessoas que não leem não compreendem o que é poder estar em outro mundo, num mundo mesmo momento que para elas é apenas a realidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Belas palavras, Aline Cristine!!! Concordo com você. Beijos :D

      Excluir
  7. Adoro esse texto não me canso de ler ele. Também tenho mania de cheirar os livros quando os compro e tratá-los como jóias. rs' Acredita que mandei esse texto para o meu namorado quando a gente ainda era amigo o resultado é que mal começamos a namorar ele me deu livros de presente e até hoje faz isso, acho tão lindo! *-*'
    Beijos.

    http://descobrinasentrelinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oohh, que legal Líbia!! Muito fofo!
      Meu namorado também sempre me presenteia com livros.

      Beijos :D

      Excluir
  8. Olá, tem selinho no blog pra vc!
    http://osamantesdaleitura.blogspot.com.br/2012/07/selinho-esse-blog-e-meu-novo-vicio.html

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eba!! Vou dar uma olhada e mais tarde acrescento por aqui! Obrigada, Tify! *-*

      Excluir

Sua opinião é sempre bem-vinda!

Lembrando que:
1. todo comentário é moderado;
2. evite usar palavras de baixo calão, frases ofensivas ou preconceituosas, e principalmente conteúdo que não tenha relação com o blog e o mundo dos livros;
3. respondo todos os comentários.

Estou ansiosa para ouvir o que você tem a dizer!